Nota: O cesto que aparece na fotografia não faz parte do cabaz

Cabaz Doce

48,18 

O Cabaz Doce do Algarve oferece tentações de herança conventual de comer à colher. Doces de figo, amêndoa, mel… Prepare-se para alguma dificuldade em resistir.

REF: 602-cd1 Categorias: , Etiqueta:

Portugal é um país repleto de doces tradicionais e regionais de fazer crescer água na boca e os doces típicos do Algarve são um bom exemplo disso. Dificilmente encontrará outro país com tanta variedade de doces típicos. São várias as razões que explicam essa diversidade, uma das mais importantes foi a existência de diversos conventos espalhados por todo o território onde as freiras davam asas à sua imaginação e criaram doces conventuais que, mais tarde, passaram a ser produzidos e consumidos por toda a população. A doçaria algarvia também revela muito da passagem árabe pelo território de Portugal. Os deliciosos Bolinhos de Amêndoa, que se fantasiam de cores garridas e que apresentam vários formatos, são muito semelhantes a um tipo de doces que se encontra na Tunísia e no norte da África.

O facto é que as gentes de cada região souberam aproveitar os melhores produtos regionais de que dispunham e criar deliciosos e irresistíveis doces típicos. No Algarve, além dos tradicionais ovos e do inevitável açúcar (ingredientes comuns aos muitos doces de todo o país), a amêndoa, a alfarroba, e o figo são o trio de ingredientes mais utilizado na doçaria do Algarve, mas também a laranja, como no Licor de Laranja, e o medronho marcam presença habitual nas receitas doces. Afinal de contas, estes são alguns dos mais famosos produtos algarvios, pela abundância das suas espécies nesta região, pela grande qualidade destes frutos e pela sua versatilidade, cujas características permitem criar as mais variadas e deliciosas receitas.
De Portimão a Olhão, de Tavira a Monchique, muitos foram os doces regionais que foram sendo criados por todo o Algarve. Neste Cabaz Doce encontra alguns exemplares da doçaria algarvia escolhidos por nós, uma amostra deliciosa que deixará muita vontade de conhecer e saborear ainda mais esta região.

Na doçaria algarvia reinam os bolinhos de amêndoa, os doces de figo nas mais variadas versões, recheados, secos, em estrela ou em queijo de figo, assim como os bolos de mel e de chila, os Dom Rodrigo e as filhós. Enfim! Um verdadeiro reino de fantasia com surpresas para todos os sentidos. Aqui não há pressas ou correrias, há tempo, memória, saberes e sabores acumulados de há séculos de existência.

Por isto e muito mais, o Algarve é uma região muito rica historicamente e onde muitas receitas tradicionais se mantiveram, espelhando uma história gastronómica e alimentar secular. Herdámos não só receitas mas acima de tudo modos de confecionar com amor e autenticidade, que fazem também parte de um património cultural muito importante e preservado pelos que cá vivem. E agora, por si também.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Apenas clientes com sessão iniciada que compraram este produto podem deixar opinião.